18 de dez de 2012


O que é hoje o Natal para você?

Tenho tentado observar esta época do ano onde geralmente nos encontramos mais festivos, generosos e carinhosos. Momentos em que podemos contemplar o melhor de cada ser humano e simultaneamente, as muitas realidades de sofrimento, solidão e exclusão.

Certamente, o significado do que chamamos "Natal" é muito mais profundo do que qualquer destas coisas. É mais do que uma história de um bebê. É a história de como o Deus eterno se tornou um bebê e viveu como ser humano e se identificado com todos os homens em todos os tempos. Este é um evento que é único na história, tão significante que mudamos nosso calendário por causa dele
Antes de Cristo (A.C.) e Depois de Cristo (D.C.).

Uma pergunta permanece: a simples questão, "Por quê?" Por que, em nome da razão, o Deus eterno se tornaria um homem? Ele não poderia ter escolhido outro caminho e jeito de se revelar? A resposta novamente é encontrada nas suas próprias promessas: Ele veio para ser o Libertador.

E este é precisamente o resto da história. Em Belém Deus se tornou homem para morrer na cruz pelos homens, Ele se tornou nosso Salvador. Tudo isto é resumido naquelas palavras familiares de João 3:16: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna".

Os pensamentos da tradição cristã são estes: O Natal é a maior história de amor jamais contada. É a história do maior amor já dado. E é a história do maior Dom
o Senhor Jesus Cristo, nosso Salvador.

Extremante relevante ainda para todos em todas as culturas e realidades, em sua vida, na cidade de São Paulo ou do Recife, no Morumbi ou Paraisópolis, o que importa é que é natal.


Nenhum comentário:

ihttps://lh5.googleusercontent.com/-2i_jP3wgzRw/UJLgVM_OluI/AAAAAAAAAac/fIV0DMmWfd8/s200/Sem%2520t%25C3%25ADtulo%25203.png